segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

«Divulgação» - A procissão em Honra de Mártir S. Sebastião, em Moimenta da Beira

Sempre com pompa e circunstância, decorreu hoje, segunda-feira, 20 de Janeiro, a procissão em honra de Mártir S. Sebastião que incorporava andores e figuras bíblicas. Cumpriu-se, assim, uma das tradições mais antigas de Moimenta da Beira.

O dia começou com alvorada de morteiros e o programa incluiu depois arruada com a Banda Filarmónica de Sernancelhe, hastear da bandeira e a missa que celebra o santo. Duranta a tarde a banda atua no recinto das festas e à noite há baile com o Duo João Silva e Claudine. Uma partida de fogo, por volta das 24 horas, encerra os festejos que tiveram início no sábado e se prolongaram no domingo.

Fonte: CMMB

domingo, 19 de janeiro de 2020

«Notícia» - Colisão entre dois veículos causou um ferido grave em Moimenta da Beira

Uma colisão entre dois veículos ligeiros causou um ferido grave e três ligeiros, esta noite em Leomil, Moimenta da Beira.

De acordo com informações do Comando Distrital de Operações de Socorro de Viseu, o ferido grave teve de ser transportado de helicóptero para o Hospital de Viseu, devido à gravidade dos ferimentos. Os outros três feridos ligeiros foram igualmente transportados para o mesmo hospital.

O acidente ocorreu por volta da 1h20 da madrugada e para o local deslocaram-se 20 operacionais, com nove meios, dos Bombeiros Voluntários de Moimenta da Beira, do INEM e da GNR.  

Fonte: Jornal do Centro

«Desporto» - Resultados AF Viseu

Divisão de Honra:







1ª Divisão Zona Norte:





Fonte: ZeroZero.pt

sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

«Divulgação» - Auditório Municipal com programação cultural regular em 2020

Começa tudo no dia 30 de janeiro, às 16 horas, com uma arruada pela Banda às Riscas, um grupo de animação de rua que nasceu no Porto, que ‘canta’ temas do imaginário coletivo e circense. A arruada vespertina marcará simbolicamente a abertura oficial da programação cultural para este ano de 2020 do Auditório Municipal Padre Bento da Guia, em Moimenta da Beira. À noite, a partir das 21h30, sobem ao palco os Barry White Gone Wrong (BWGW), banda que mistura rock, soul, blues e um pouco de funk, com digressões por Portugal, Espanha, França, Holanda, Bélgica e alguns países de África. Depois, a programação acontecerá uma vez por mês, à exceção de junho (festas populares), julho e agosto (tradicionalmente meses de férias), setembro (Expodemo) e dezembro (festejos natalícios).

O programa foi organizado pelo Município em parceria com a Cadeira Amarela, uma empresa de Viseu de agenciamento de artistas, management, programação cultural, road crew e produção. A entrada é grátis para todos os espectáculos.

Programação´20

Janeiro
Dia 30
16h00 – Arruada Banda às Riscas
21h30 – Concerto Barry White Gone Wrong

Fevereiro
Dia 21
21h30 – Tributo a Amália Rodrigues Sílvia canta Amália

Março
Dia 20
21h30 – Concerto Carlos Clara Gomes Quarteto

Abril
Dia 4
21h30 - STAND-UP COMEDY Tiago Rosa - Umano Com H

Maio
Dia 29
21h30 – Concerto Carlos Peninha & Tocar o Chão (Trio)

Outubro
Dia 23
21h30 - Trigo Limpo teatro ACERT - Água

Novembro
Dia 20
21h30 – Trigo Limpo teatro ACERT - Fogo

Fonte: CMMB

«Divulgação» - Espetáculo de magia e arte da ilusão na casa do Povo de Leomil

Qual a chave do Euromilhões? Sabes fazer aparecer dinheiro? Podes-me ensinar esse truque? Estas e outras perguntas terão resposta em “O Quê?”, o espetáculo que Zé Mágico apresentará no dia 31 de janeiro, às 21h30, na casa do Povo de Leomil, Moimenta da Beira. Os bilhetes de ingresso devem ser adquiridos no Lar e no café Pelourinho.

Em “O Quê?”, onde as hipóteses mais inusitadas se tornam reais e fazem duvidar que todos os sentidos estão a funcionar, tudo será possível no contexto da magia e da arte da ilusão feita em palco em linguagem teatral.

Zé Mágico, nome artístico, que conta com capacidade de comunicação, carisma e criatividade como características do seu trabalho, nasceu em 1994 na Covilhã, e descobriu aos 15 anos a arte do ilusionismo, arte que a partir desse dia nunca mais deixou. Academicamente estudou na área do Design de Equipamento e Mobiliário, no entanto, sempre manteve em paralelo o teatro amador. É por isso um autodidata na arte do ilusionismo, onde não há profissionalismo, paixão, humor e atitude que lhe falte!
Fonte: CMMB

«Notícia» - GNR deteve homem pelo roubo de 50 mil do interior de uma viatura em Moimenta da Beira

O Núcleo de Investigação Criminal de Moimenta da Beira, deteve um homem de 34 anos por furto de 50 mil euros, no concelho de Moimenta da Beira.

O crime reporta a 2016 quando o suspeito furtou do interior de um veículo uma mala com 50 mil euros, tendo de seguida fugido para o estrangeiro com toda a quantia.

As diligências da GNR permitiram identificar o autor mas a sua ausência de Portugal não possibilitou a sua detenção, tendo sido agora consumada com o seu regresso ao país, através de um mandado de detenção.

À data do furto os militares identificaram um casal com quem o suspeito agiu para consumar o crime.

Presente ao Tribunal Judicial de Moimenta da Beira, ao detido foi-lhe aplicada como medida coação o Termo de Identidade e Residência.
Fonte: AliveFM

quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

«Divulgação» - Sábado, em Alvite, é a Festa de Santo Amaro

No próximo sábado, dia 18 de janeiro, vai realizar-se em Alvite, Moimenta da Beira, a tradicional festa de Santo Amaro, festejos eminentemente de tradição comunitária, marcados por fortes rituais religiosos católicos mas também pagãos.
A missa, em honra de Santo Amaro, padroeiro da freguesia, na Matriz de Alvite, está marcada para às 11h15 e é um dos pontos altos do programa. O outro é o mega almoço-convívio, às 13h00, no salão paroquial, com uma ementa de carne de porco e vitela, ambas assadas na brasa, acompanhadas com a batata serrana.
Este ano o programa tem início às 09h30, com a chegada da Banda de Música de Sendim. De seguida a missa e depois o almoço. À tarde, pelas 16h00, arruada pelas ruas da vila, e à noite, a partir das 20h30, baile com o grupo musical “MC MUSIC”.

Fonte: CMMB

«Notícia» - Jaime Gouveia empossado como diretor da Federação do Folclore Português

O historiador Jaime Ricardo Gouveia, natural de Leomil, Moimenta da Beira, tomou posse como diretor da Federação do Folclore Português no passado dia 5 de janeiro na sede desta Instituição, em Arcozelo, Vila Nova de Gaia. Jaime Ricardo Gouveia é o primeiro moimentense eleito para funções diretivas da Federação do Folclore Português.

Jaime Gouveia será diretor da zona das Beiras: Beira Alta (Dão e Lafões), Beira Alta Serrana e Beira Baixa, com responsabilidades nas áreas do Centro de Documentação e dos Estudos Etnográficos, e ainda de Formação.

Na área do Folclore importa realçar, até para sustentar a sua eleição, os estudos que tem publicado, entre artigos e livros sobre História Local, Etnografia e Folclore, grande parte dos quais referentes ao concelho de Moimenta da Beira. Lembrar também que foi presidente do Rancho Folclórico da Casa do Povo de Leomil, e ter no seu consulado colocado o Rancho na Federação. Foi ainda Conselheiro Técnico da Federação na Região de Trás-os-Montes, Alto Douro e Douro Sul, nomeado entre 2013 e 2016 pelo presidente Fernando Ferreira e entre 2017 e 2019 pelo presidente Daniel Café.

O historiador Jaime Ricardo Gouveia é natural de Leomil, no concelho de Moimenta da Beira e investigador do Centro de História da Sociedade e da Cultura da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.
Fonte: On-Centro.pt

segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

«Divulgação» - Três dias de festas em Honra de Mártir S. Sebastião, em Moimenta da Beira

Os festejos são já este fim-de-semana que se aproxima, sábado e domingo, e também segunda-feira, o dia maior, dia dedicado a S. Sebastião. Vai acontecer tudo na Capela do Mártir e no largo envolvente, em Moimenta da Beira. O programa, esse promete muita animação, como sempre. Não falte!

PROGRAMA
18 janeiro (sábado)
07h00 – Alvorada de Morteiros
18h00 – Abertura da barraca de comes e bebes
22h00 – Baile com o conjunto Replay

19 janeiro (domingo)
07h00 – Alvorada de Morteiros
18h00 - Abertura da barraca de comes e bebes
22h00 – Arraial com o conjunto Inseparáveis
24h00 – Grandiosa partida de fogo-de-artifício

20 janeiro (segunda-feira)
07h00 – Alvorada de Morteiros
08h00 – Chegada da Banda Filarmónica de Sernancelhe
10h30 – Hastear da Bandeira
11h00 – Missa em Honra de Mártir S. Sebastião seguida de Procissão com andores e figuras bíblicas
15h00 – Atuação da Banda Filarmónica no recinto das festas
22h00 – Baile com o Duo João Silva e Claudine
24h00 – Encerramento das festas com Partida de Fogo



sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

«Notícia» - CIM Douro entrega petição sobre Linha do Douro

A Comunidade Intermunicipal (CIM) do Douro, que envolve vários concelhos do norte do distrito de Viseu como Lamego, Sernancelhe, Penedono, Armamar, Tabuaço, Moimenta da Beira, Tarouca e S. João da Pesqueira, entregou esta quinta-feira (9 de janeiro) ao Parlamento uma petição em defesa da requalificação completa e reabertura da Linha do Douro.

O abaixo-assinado foi subscrito por mais de 13.500 pessoas, superando o objetivo inicial das quatro mil assinaturas necessárias para que a petição fosse discutida na Assembleia da República.

Segundo a CIM Douro, liderada pelo autarca sernancelhense Carlos Santiago, a Linha Ferroviária do Douro tem uma importância estratégica nacional sustentada pela “sua relevância no contexto da classificação do Douro como Património Mundial pela UNESCO”, pelo “contributo direto para a dinamização da economia e consequente fixação de população” e pela “garantia de maior atividade turística e a promoção de uma vertente transfronteiriça que interessa a Portugal, Espanha e à Europa”.

Apesar disso, o Governo não incluiu a Linha do Douro nos projetos do Programa Nacional de Investimentos 2030.

Por seu turno, a CIM Douro e as entidades Liga dos Amigos do Douro Património Mundial e Fundação Museu do Douro sustentam que a Linha do Douro é essencial para a economia e o turismo regionais. O texto da petição lembra mesmo que “a requalificação da Linha do Douro poderá ser vetor fundamental no turismo na região por ligar quatro patrimónios da Humanidade: o Porto, o Alto Douro Vinhateiro, Foz Côa e Salamanca”.

Fonte: jornaldocentro.pt