sexta-feira, 30 de março de 2012

«Ambiente» - Rio Paiva pode perder título de rio mais limpo da Europa

O rio Paiva pode perder o título de rio mais limpo da Europa, caso não sejam tomadas medidas urgentes quanto às descargas de esgotos por parte de estações de tratamento de águas residuais (ETAR’s) no Vale do Paiva, alerta a associação SOS Rio Paiva.

“Temos verificado que, de ano para ano, o rio está muito poluído. Sentimos isso, particularmente, em Castelo de Paiva, junto à foz. Mas, infelizmente, ninguém procurou averiguar as razões da poluição, apenas foram colocados avisos de que a água estava imprópria para banhos”, conta o dirigente da associação, Sérgio Caetano.

Por iniciativa própria, a SOS Rio Paiva decidiu investigar os focos de poluição. A associação chegou “à conclusão de que a poluição advém de um conjunto de ETAR’s que foi construído no Vale do Paiva”.

As maiores descargas de esgoto advêm das ETAR’s de Castro Daire, com cerca de 20 postos, e Vila Nova de Paiva, revela Sérgio Caetano. O responsável lamenta ainda que estejam a ser investidos fundos comunitários, cerca de quatro milhões de euros, no turismo das margens do Paiva e não na despoluição do rio. 

“É um caminho errado estar a investir no turismo quando o rio tem problemas evidentes e graves de poluição que são visíveis a olho nu”, constata.

A associação SOS Rio Paiva defende que as verbas destinadas ao turismo deviam ser implementadas de forma a “melhorar o ambiente”, ou seja, permitindo o funcionamento correcto das estações de água.

O rio Paiva, classificado pela rede Natura 2000, tem 108 km de extensão, nasce na aldeia de Carapito em Moimenta da Beira e atravessa nove concelhos dos distritos de Viseu e Aveiro.

Fonte: RR.pt

«Divulgação» - “O atelier de Ju” na galeria

Telas e peças de arte decorativas, pintadas em diferentes estilos e técnicas diversas por Julieta Bondoso, estão expostas durante todo o mês de Abril na Galeria de Exposições (Mercado Municipal). A criação da artista, natural de Moimenta da Beira, professora aposentada do primeiro ciclo, junta rostos, objectos de traços surrealistas, telas e construções ‘naif’, tudo no mesmo espaço. Espaço que em alguns dias será partilhado por utentes de várias instituições do concelho que vão interagir com Ju Bondoso, que actualmente ensina técnicas de pintura na Universidade Sénior Infante D. Henrique e que no seu currículo tem já diversas exposições em localidades do distrito de Viseu e participações em várias feiras de artesanato.

“O atelier de Ju” pode ser visitado de segunda a sexta-feira das 9h às 17h30. Com esta iniciativa, a autarquia pretende promover a identidade cultural dos artistas do concelho. 

Fonte: CM Moimenta da Beira

quinta-feira, 29 de março de 2012

«Ambiente» - Desligue as luzes por uma hora


A autarquia associou-se à “Hora do Planeta” e vai desligar as luzes, no próximo sábado, 31 de Março, entre as 20h30 e as 21h30, da fachada dos Paços do Concelho, do Terreiro das Freiras e da Avenida 25 de Abril. À mesma hora o “apagão” acontecerá em mais de cinco mil cidades de todo o mundo, envolvendo cerca de dois mil milhões de pessoas. Siga o exemplo e apague também as luzes de sua casa.

A iniciativa pretende que os cidadãos, as empresas, as instituições e as comunidades mostrem, sem reservas, o seu apoio a esta acção ambientalmente sustentável, promovendo solidariamente a redução da poluição e do desperdício e incentivando as pessoas para a realização de acções de sustentabilidade não só na hora, mas além da hora.

A “Hora do Planeta” teve início em 2007 numa cidade da Austrália e transformou-se rapidamente num forte movimento global.

Em Portugal, dezenas de municípios, onde se inclui Moimenta da Beira, aderiram à iniciativa.
O Cristo Rei, os Paços do Município em Lisboa, a Torre de Belém, o Castelo de Pinhel, o Santuário dos Remédios em Lamego, o Mosteiro do Landim em Vila Nova de Famalicão, o Santuário de Nossa Senhora D’Aire em Viana do Alentejo, são alguns dos monumentos e sítios que serão alvo do desligamento das luzes.

Fonte: CM Moimenta da Beira

«Férias Escolares» - Jovens activos nas férias da Páscoa

Cerca de 80 crianças dos 6 aos 16 anos participam desde segunda-feira nas Mini-Férias da Páscoa, promovidas pela autarquia, que aliam o desporto à cultura e às causas sociais. É um recorde de inscrições que se regista neste período do ano escolar.

Entre as 9h30 e as 17h30 os mais novos desdobram-se em actividades, fora e dentro do concelho, que promovem sobretudo o convívio e o lazer.

Desde os jogos lúdicos, ao visionamento de filmes, passando por simulacros com os bombeiros (ver fotos), têm sido muito diversas as experiências adquiridas nestas mini-férias que terminam hoje, quarta-feira, 28 de Março, com uma visita até à cidade da Maia, onde os jovens vão poder assistir a espectáculos no Jardim Zoológico e ainda andar no comboio turístico. 

Mais fotos no site da CM Moimenta da Beira

Fonte: CM Moimenta da Beira

«Divulgação» - Teatro às escuras na biblioteca


O que é o Amor? Porque é que se sofre quando se ama? Será que “o outro” me quer? Porque é que quando me apaixono perco a fome? Como é que eu lhe digo que me apaixonei?”. Estas são apenas algumas das inquietações que vão entrar em cena no dia 30 de Março (21h30), quando a “Associação Andante” subir ao palco do Auditório Municipal Padre Bento da Guia para representar “Às Escuras, o Amor”. A entrada é livre.

A peça de teatro resulta da junção de vários textos de poetas e poetisas portugueses, entre eles, Fernando Pessoa, Florbela Espanca, Luís de Camões ou Sophia de Mello Breyner Andresen, e trata-se de “um espectáculo para quem não tem medo do escuro”. Sob encenação de Rui Paulo e interpretação de Cristina Paiva, “Às Escuras, o Amor”, com duração de 50 minutos, pretende sobretudo promover a leitura entre a população mais jovem.

A companhia Andante, com sede em Alcochete, transforma livros de poesia, romances ou contos em espectáculos de teatro. A associação integra o programa de itinerâncias culturais da Direcção Geral do Livro e das Bibliotecas no âmbito dos objectivos do Plano Nacional de Leitura. E vem a Moimenta da Beira por indicação da Secretaria de Estado da Cultura em forma de prémio pelo bom desempenho e trabalho desenvolvido pela Biblioteca Municipal Aquilino Ribeiro na organização da final distrital do Concurso Nacional de Leitura 2011.

quarta-feira, 28 de março de 2012

«Divulgação» - Concurso premeia melhores fotos


Fotografias criativas e originais, de qualidade técnica e artística comprovada e que lancem novos olhares sobre o património histórico de Moimenta da Beira. É este o desafio que a Câmara Municipal de Moimenta da Beira, em parceria com a Fundação Aquilino Ribeiro, lança aos participantes do concurso fotográfico “Do Património Mundial ao Património Local: proteger e gerir a mudança”, cujas inscrições se encontram abertas até dia 16 de Abril. As três melhores imagens ganham prémios monetários. A prova é aberta a todos os amantes da fotografia.

A Maratona Fotográfica serve de propósito às comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, que acontece a 18 de Abril, e pretende envolver a população local com a riqueza patrimonial de Moimenta da Beira.

As fotografias deverão limitar-se ao tema geral “Do Património Mundial ao Património Local: proteger e gerir a mudança”, e incidir apenas no espaço geográfico do concelho. Pretende-se que a imagem fotográfica, enquanto fragmento da realidade, revele um olhar individual sobre o tema proposto.

Cada participante poderá concorrer com o máximo de 2 fotografias, apresentadas quer em suporte de papel fotográfico, quer em suporte digital.

Os vencedores são conhecidos a 18 de Abril e os prémios são essencialmente monetários (100, 70 e 40 euros para o primeiro, segundo e terceiro lugares, respectivamente).

A exposição das fotografias seleccionadas terá lugar entre 18 de Abril e 18 de Maio.

Para mais informações sobre como participar, consultar o regulamento (site CM Moimenta da Beira).

Fonte: CM Moimenta da Beira

«Desporto» - Sever campão Distrital de Futsal

Há dois anos foram campeões distritais em Infantis. No domingo e a uma jornada do fim, repetiram a proeza, mas em Iniciados. A equipa de Futsal do Centro Social e Cultural de Sever é uma triunfadora nata. Venceu o campeonato quase imaculada, sem derrotas, cedendo apenas dois empates, e defrontando formações poderosas como o Sernancelhe, ABC de Nelas, o Viseu Futsal, a Balsa Nova, Armamar, entre outras, num total de nove equipas que disputam o Campeonato Distrital de Iniciados de Futsal. O Sever sucedeu ao ABC de Nelas na lista de vencedores.

São rapazes valorosos, dos 12 aos 14 anos de idade, que revelam capacidades vencedoras e que merecem aplausos. 

Fonte: CM Moimenta da Beira

terça-feira, 27 de março de 2012

«Desporto» - Andebol: Portugal bate Grécia

A selecção nacional sénior feminina de Andebol venceu a Grécia por 31-23, sábado passado, 24 de Março, no pavilhão municipal de Moimenta da Beira. O confronto contava para a qualificação do Euro 2012 e a presença do público, que quase encheu o recinto, foi decisiva para guiar a comitiva portuguesa no ataque à vitória. Foi mais um sucesso e uma prova da capacidade organizativa da autarquia.

O jogo foi vivo e muitas vezes empolgante. Ao intervalo a selecção lusa já vencia por 15-14, isto apesar de algumas dificuldades defensivas iniciais que chegaram a colocar a formação lusa em desvantagem no marcador (12-13, ao minuto 26).

No segundo tempo, as portuguesas conseguiram aumentar a vantagem sobre as gregas e mantiveram o jogo a seu favor até ao final, fixando o resultado em 31-23.

Foi a segunda vitória consecutiva da equipa de Duarte Freitas que vê assim renovadas as esperanças no acesso ao Campeonato Europeu de 2012 que se realiza em Dezembro na Holanda. Antes, porém, terá ainda de enfrentar a poderosa equipa da Roménia, com quem já perdeu fora de casa por 35-24, num jogo que se realiza a 30 de Maio e que volta a eleger Moimenta da Beira como anfitriã.

Quando ainda faltam disputar dois jogos para fechar as contas do apuramento, Sérvia e Roménia vão na frente do Grupo 2 com 6 pontos cada uma, Portugal segue atrás com 4 pontos e por último a Grécia, ainda a zero. 

Fonte: CM Moimenta da Beira

domingo, 25 de março de 2012

«Desporto» - Resultados AF Viseu

Divisão de Honra:

(clique na imagem para ampliar)

1ª Divisão:

(clique na imagem para ampliar)


Fonte: ZeroZero.pt

sábado, 24 de março de 2012

«Artesanato» - O último artesão das capuchas de Alvite (Com reportagem SIC)

Aos 75 anos, Joaquim Ribeiro Novo carrega o peso da responsabilidade de ser a única pessoa que sabe fazer as capuchas de Alvite, agasalhos que outrora ajudaram novos e velhos a enfrentarem invernos rigorosos na Serra da Nave.

Encomendas não lhe faltam, quer de pessoas com raízes nesta aldeia do concelho de Moimenta da Beira, quer de fora, mas os olhos começam a ter dificuldades em se fixarem no castanho escuro do burel.
“Tenho de vir com a máquina da costura para o sol, senão não consigo fazer as capuchas”, admitiu à agência Lusa.

O “Ti Joaquim Laura”, como é conhecido, começou a aprender a fazer estas capas aos 15 anos, quase obrigado pela mãe, porque “precisava de ganhar uns tostões” depois da morte do pai e de passar a ser o homem da casa.
“O meu pai já as fazia, só que enquanto ele estava a trabalhar eu andava com o gado e não deu para aprender com ele”, contou.
Quem o ensinou foi um dos dois artesãos que havia na altura. Aos 18 anos, “já fazia as capuchas sem dificuldades” e, até hoje, nunca recusou uma encomenda apesar de nestes 57 anos ter também sido alfaiate, barbeiro, produtor de batatas e criador de vacas leiteiras.

“Há mais de 30 anos que sou só eu a trabalhar nesta arte. Quando eu morrer não fica cá ninguém para fazer as capuchas”, lamentou.
O idoso recordou que no passado, “quantas pessoas tivesse uma casa, quantas capas lá havia”, e eram usadas diariamente, no pastoreio e nos trabalhos do campo.
“Na altura havia muito frio – lembro-me que em 1959 caiu uma camada de neve que durou 15 dias – e a capa é que agasalhava. Mas servia também para encobrir as misérias, porque era toda a gente muito pobre, muito mal vestida”, contou.

Hoje, nem o frio, nem as misérias são tantas na Serra da Nave, mas as capuchas continuam a ter procura. Só no ano passado, Joaquim Ribeiro Novo estima ter feito perto de 40.
“Na altura, eram os pobres que as queriam, por necessidade. Agora são os ricos, pessoas formadas, que gostam desta tradição e querem ter uma capucha para ficarem com uma recordação”, sublinhou.
Cada capucha demora cerca de três horas a fazer e custa 60 euros.

“Os meus filhos até berram comigo, por levar barato. Mas eu faço-as mais pela amizade e consideração que tenho pelas pessoas e pelo amor à arte do que pelo dinheiro. Pelo dinheiro foi noutros tempos”, garantiu, enquanto empurrava energicamente com os pés o pedal da sua máquina de costura, a única que sempre teve.

A esposa Nelcina, com quem está casado há 53 anos, entende o seu amor pela arte e ainda hoje usa, com orgulho, a capa que o marido lhe fez há mais de 15 anos, cujo castanho escuro o tempo já desbotou.
“Agora tens de me fazer uma em preto”, disse Nelcina ao marido, que se mostrou pouco satisfeito com “a mania do preto” porque “a capucha tradicional é a castanha”.

Joaquim Ribeiro Novo acredita que a capucha de Alvite tenha sido responsável por muitos casamentos nos tempos em que, um pouco por toda a aldeia, as raparigas se juntavam em grupos para “cardar lã” ao serão.
“Os rapazes iam ao grupo onde estivessem as raparigas que lhes interessavam e pediam-lhes que lhes aquecessem os pés”, contou.

Se a rapariga abordada acedesse, o rapaz deitava-se com os pés virados para ela, que os embrulhava na sua capucha.
“Assim começaram muitos namoros. E as pessoas comentavam: ‘fulano deita-se sempre na frente de fulana, devem namorar”, recordou.

Fonte: AsBeiras.pt

video

«Desporto» - Andebol: selecção joga no sábado

Está quase, quase! É já amanhã, sábado, 24 de Março, que a selecção nacional sénior feminina de Andebol disputa em Moimenta da Beira, no pavilhão municipal da vila, o jogo frente à Grécia a contar para a qualificação do Campeonato da Europa da modalidade.

A comitiva portuguesa chegou a Moimenta ontem, quinta-feira, ao fim da tarde, mas só hoje, sexta, estão marcados os primeiros treinos: às 10h30 e às 16h30, ambos abertos ao público. Amanhã, sábado, dia D, o grupo treina pela última vez (10h30) antes do confronto com os gregos. O treino volta a ser aberto ao público. O encontro entre as duas selecções tem início às 17h15 e terá transmissão directa na RTP2. A entrada é gratuita.

Ontem, quarta-feira, na cidade de Thessaloniki, perto de Atenas, Portugal bateu a Grécia por 18 - 30. Uma vitória em Moimenta consolidaria o terceiro lugar no Grupo.

Daqui por dois meses, no dia 30 de Maio, o Pavilhão Municipal de Moimenta da Beira volta a receber a selecção nacional que, desta feita, defrontará a congénere da Roménia, uma das formações mais fortes do mundo. 

Fonte: CM Moimenta da Beira

quinta-feira, 22 de março de 2012

Jornal Beirão - «1ª Página» - 81ª Edição

(Clique na imagem para ampliar)

«Divulgação» - Crianças assinalam Dia da Árvore

O Dia da Árvore foi assinalado esta quarta-feira, 21 de Março, em todo o concelho de Moimenta da Beira com a plantação de novas espécies arbóreas. No recinto da EB 2,3 da vila a tarefa, simbólica, esteve a cargo do presidente da autarquia, José Eduardo Ferreira. O edil, ajudado por alunos do primeiro ciclo, plantou um carvalho nos terrenos que envolvem os edifícios escolares. Na Escola Profissional Tecnológica e Agrária foram os estudantes locais e outros do pré-escolar do município de que plantaram mais dois carvalhos. 
O gesto repetiu-se em todas as escolas do primeiro ciclo do concelho, uma acção que se pretende de sensibilização para a importância da preservação da natureza. 
 
Fonte: CM Moimenta da Beira 

«Divulgação» - Teatro Giestas estreia-se em Coimbra


O grupo de teatro da associação Giestas vai apresentar no Centro Cultural Dom Dinis, em Coimbra, na próxima terça-feira, 27 de Março, a partir das 21h30, a peça de teatro “Três setas apontadas ao futuro”, da autoria do escritor natural de Vila da Rua, Afonso Ribeiro.

O espectáculo, encenado pela primeira vez em Dezembro no auditório da Escola Secundária de Moimenta da Beira, por ocasião das comemorações do centenário do nascimento do romancista, apresenta-se agora fora de portas pela primeira vez e tem entrada livre.

A peça, em três actos, retrata, num tom crítico e realista, a sociedade de contradições emergentes da antiga metrópole moçambicana, Lourenço Marques, actual Maputo, na década de 50.
“Três setas apontadas ao futuro” foi editada em 1959 por Afonso Ribeiro e reeditada na década de 50 pelos “Livros Horizonte”. É a estreia, enquanto dramaturgo, do contista, precursor do neo-realismo em Portugal, nos finais da década de 1930. 

Fonte: CM Moimenta da Beira

«Desporto» - Portugal vence na Grécia

A Seleção Nacional feminina venceu, esta quarta-feira, na Grécia, por 30-18, em partida da terceira jornada do Grupo 2 de qualificação para o Campeonato da Europa de 2012.

Depois de derrotas diante Roménia e Sérvia, as comandadas de Duarte Freitas somam a primeira vitória nesta fase de qualificação, num jogo em que dominaram quase por completo (ao intervalo venciam já por 14-10).

A Seleção regressa esta quinta-feira, concentrando-se novamente em Moimenta da Beira, onde no próximo sábado volta a jogar com a Grécia.

Fonte: ABola.pt

quarta-feira, 21 de março de 2012

À VOLTA DE MIM E DO MUNDO !



O rei vai despido...mas a fanfarra continua a tocar!

Triste país no qual os aposentados quase pagam por inteiro as suas próprias reformas. Acabei de ver:- menos €60 euros, por mês, na pensão a partir de agora. Num sitema de concorrência, a energia elétrica aumentou; o gás subiu a perder de vista – de tão leve que é; os combustíveis atingem um patamar cada vez mais alto (quase é necessário um bom escadote para, em simultâneo, conseguir olhar para os números e segurar na mangueira); quem já tudo hipotecou na vida só lhe resta esperar pela morte; torna-se cada vez mais proibitivo chegar às prateleiras do supermercado; passar a porta da farmácia é uma decisão de vida ou de morte; mas – desgraça da ironia – temos governantes a dizer-nos para poupar pois, se pouparmos, certamente teremos fundos para ir de férias. A economia, dizem, está a crescer (paradoxo dos paradoxos, ou o milagre dos doutores da economia...cresce negativamente!) e nós não somos como a Grécia, pois temos a confiança dos mercados; e, depois, o nosso mercado interno definha a olhos vistos, ficando este (des)governo com o rótulo de ter sido aquele que bateu o record do número de desempregados em toda a história deste nobre ou pobre povo.

Os governantes continuam a ter carros topo de gama, mas as polícias já sem carros e quase sem armas e munições nem de bicicleta conseguem patrulhar as ruas e proteger os cidadãos da violência – muita dela gerada pelas péssimas condições sociais. As escolas que foi preciso melhorar, também para evitar o abandono escolar precoce – ai Jesus que foi um desperdício: as nossas crianças, os nossos jovens só merecem aquele tipo de escolas do velhinho “plano centenário”. Sem aquecimento, sem cantina, sem pátio, sem biblioteca, sem equipamentos básicos de aprendizagem. Voltemos ao tempo da “lousa” para escrever e cuspindo nela para apagar, a fim de poder fazer contas, de seguida.

De governantes sem carácter, que agora pretendem acabar com a figura jurídica da presunção de inocência e, colocando-se acima da lei, pretendem igualmente que sejam os cidadãos moribundos a fazer o seu trabalho – podemos esperar tudo. Não podemos é admitir que o PR se demita das suas funções de garante da CRP, assistindo diariamente a um corropio de violações, sem nada dizer e pouco – muito pouco – fazer!

Por isso é que eu digo que o rei vai despido...mas a fanfarra continua a tocar. E neste “Dia Mundial da Árvore, mas também da Poesia – essa sublime forma de protesto e de chamar os bois pelos nomes” posso dizer:

“Temos um rei despido...temos um rei despido

- grita o rapaz dos jornais!

Uma tragédia! – se vai despido, está nú!

Será talvez um nú artístico – pensa o libertino com pose de poeta.

Mas vem o sem-abrigo e contrapõe: obsessão pelo sexo!

Se o rei vai nú

Por certo se lhe vê o sexo

Ou até os refolhos do cú!

Às tantas, o poeta sério de intelecto quase balbucia uma réplica:

- nada de mal na Arte da nudez.

Mente aberta e coração ao largo

O espírito criativo faz do país uma potência

Sem a censura opressora e um corta-relvas no cargo.

Mas o rei continua despido...e a fanfarra continua a tocar”.

=========

António Bondoso

21Março2012.

terça-feira, 20 de março de 2012

«Férias Escolares» - Inscrições para as Mini-férias da Páscoa


Estão abertas até 23 de Março as inscrições para as Mini-férias Desportivas e Culturais da Páscoa. A iniciativa da autarquia, destinada a jovens em idade escolar dos 6 aos 16 anos, vai realizar-se de 26 a 28 de Março e inclui diversas actividades tendentes a promover a prática desportiva, a cultura e o convívio, dentro e fora do concelho.

No dia 26, a manhã será passada no pavilhão municipal e a tarde na biblioteca. Para o dia 27 está agendada uma caça ao tesouro e um simulacro com os bombeiros. E a 28 os jovens vão até à cidade da Maia visitar o Jardim Zoológico e passear no comboio turístico.

As actividades realizam-se entre as 9h30 e as 17h30 e incluem almoço. As inscrições podem ser feitas na biblioteca, no pavilhão e na piscina municipal. 

Mais informações AQUI 

Fonte: CM Moimenta da Beira

segunda-feira, 19 de março de 2012

«Agricultura» - Bactéria que afecta pomares

É uma bactéria contagiosa, ainda pouco conhecida, que afecta pomares, pereiras e marmeleiros, cientificamente denominada de “Fogo Bacteriano”. Uma perigosa doença das culturas de pomóideas que, apesar de não estar ainda disseminada no nosso país, é preciso vigiar atentamente.

E para ser vigiada convém que se perceba como pode ser combatida pelos fruticultores. É o que vão fazer esta quarta-feira, 21 de Março, numa sessão de esclarecimento, técnicos da Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Norte, em colaboração com a autarquia de Moimenta da Beira. A iniciativa decorre no Auditório Municipal Padre Bento da Guia, a partir das 10 horas, e é aberta a todos os agricultores.

A doença do fogo bacteriano não constitui perigo para a saúde de pessoas e animais mas pode causar graves danos económicos e comprometer o desenvolvimento local de regiões onde a fruticultura tem um peso substancial na economia, como é a nossa. 

Fonte: CM Moimenta da Beira

«Desporto» - Andebol: selecção joga no sábado

Está quase. É já este sábado, 24 de Março, que a selecção nacional sénior feminina de Andebol regressa a Moimenta da Beira para disputar no pavilhão municipal da vila o jogo frente à Grécia a contar para a qualificação do Campeonato da Europa da modalidade.

A comitiva portuguesa chega a Moimenta dois dias antes, na quinta-feira, 22, ao fim da tarde, recolhendo ao hotel. Só na sexta, 23, estão agendados os primeiros treinos: às 10h30 e às 16h30, ambos abertos ao público. No dia do jogo, 24, o grupo treina pela última vez (10h30) antes da partida, também aberto ao público. O confronto entre as duas selecções tem hora marcada para as 17h00 e será transmitido na RTP2. A entrada é gratuita.

Dois meses depois, no dia 30 de Maio, o Pavilhão Municipal de Moimenta da Beira volta a receber a selecção nacional que, desta feita, defrontará a congénere da Roménia, uma das formações mais fortes do mundo.

Numa altura em que faltam ainda disputar quatro jogos para garantir o apuramento para o Euro2012, a equipa de Duarte Freitas está neste momento em terceiro lugar do Grupo 2, sem qualquer vitória. O Campeonato Europeu de Andebol feminino realiza-se em Dezembro, na Holanda. 

Fonte: CM Moimenta da Beira

domingo, 18 de março de 2012

«Desporto» - Resultados AF Viseu

Divisão de Honra:
(clique na imagem para ampliar)

1ª Divisão:
(clique na imagem para ampliar)
Fonte: ZeroZero.pt

«Emprego» - Escola debate emprego jovem

A Escola Profissional Tecnológica e Agrária de Moimenta da Beira promove na próxima segunda-feira, 19 de Março, no Auditório Municipal Padre Bento da Guia, o colóquio “Emprego Jovem: Oportunidades”. Um dos oradores convidados é a embaixadora de Cabo Verde, Madalena Neves.

A conferência está inserida no programa da Semana Cultural da escola e nasceu da preocupação do município, das empresas, das escolas e da comunidade com desenvolvimento da “Nossa Terra”. “Numa época de mudanças importa analisar o presente e preparar o futuro”, enfatizam os organizadores.

O programa do colóquio contempla cinco palestras em dois painéis, ambos no período da manhã: “Emprego jovem”, “A política de emprego”, “Desenvolvimento do espírito empresarial”, “Transição da escola para o mercado de trabalho” e “Políticas de emprego de Cabo Verde”. São oradores o presidente da Câmara de Moimenta da Beira, José Eduardo Ferreira, a directora do Centro de Emprego de Lamego, Ana Catarina Rocha, o presidente da Associação Empresarial da Região de Viseu (AIRV), João Cotta, o vice-presidente da Anespo, Amadeu Diniz, e a embaixadora de Cabo Verde.

A sessão termina às 12h30 com uma animação cultural por parte de alunos da escola. 

Fonte: CM Moimenta da Beira

«Divulgação» - Teatro às escuras na biblioteca


O que é o Amor? Porque é que se sofre quando se ama? Será que “o outro” me quer? Porque é que quando me apaixono perco a fome? Como é que eu lhe digo que me apaixonei?”. Estas são apenas algumas das inquietações que vão entrar em cena no dia 30 de Março (21h30), quando a “Associação Andante” subir ao palco do Auditório Municipal Padre Bento da Guia para representar “Às Escuras, o Amor”. A entrada é livre.

A peça de teatro resulta da junção de vários textos de poetas e poetisas portugueses, entre eles, Fernando Pessoa, Florbela Espanca, Luís de Camões ou Sophia de Mello Breyner Andresen, e trata-se de “um espectáculo para quem não tem medo do escuro”. Sob encenação de Rui Paulo e interpretação de Cristina Paiva, “Às Escuras, o Amor”, com duração de 50 minutos, pretende sobretudo promover a leitura entre a população mais jovem.

A companhia Andante, com sede em Alcochete, transforma livros de poesia, romances ou contos em espectáculos de teatro. A associação integra o programa de itinerâncias culturais da Direcção Geral do Livro e das Bibliotecas no âmbito dos objectivos do Plano Nacional de Leitura. E vem a Moimenta da Beira por indicação da Secretaria de Estado da Cultura em forma de prémio pelo bom desempenho e trabalho desenvolvido pela Biblioteca Municipal Aquilino Ribeiro na organização da final distrital do Concurso Nacional de Leitura 2011. 

 Fonte: CM Moimenta da Beira