sexta-feira, 30 de abril de 2010

«CDR» - Apostas de Resultados

Na tabela ao lado surge a classificação geral.

O resultado desta jornada foi:
CDR 0-1 Sátão

Próxima ronda de apostas:
2 de Maio 16:00
Santacombadense Vs CDR

Convém lembrar que a ronda de apostas fecha às 14 horas de Domingo.


Boas Apostas

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Jornal Beirão «1ª Página» - 37ª Edição

«Divulgação» - Peregrinação a pé a Fátima


O movimento “Eu Peregrino”, que congrega religiosos e leigos de Moimenta da Beira e concelhos limítrofes, promove em Maio a 4ª Peregrinação a Fátima. A partida é dia 7, às 6 horas da manhã, da Igreja Matriz de cada um dos municípios, e a chegada está prevista para dia 11, cerca do meio-dia.

A primeira paragem, para pequeno-almoço, será em Vila Nova de Paiva, local onde todos os peregrinos se concentrarão e partirão juntos para a grande caminhada de fé.

O percurso terá acompanhamento permanente de uma ambulância dos Bombeiros Voluntários de Moimenta da Beira e de uma viatura da Unidade Móvel de Saúde cedida pela Câmara Municipal de Sernancelhe.

As inscrições podem ser feitas junto dos párocos e estão limitadas a 60 peregrinos. Custa 20 euros cada uma, mas não inclui o alojamento nem as refeições diárias, que ficarão a cargo dos peregrinos

“As anteriores três peregrinações foram uma verdadeira manifestação de fé e de alegria”, testemunha o padre Luís António Santos, fundador do movimento “Eu Peregrino”.

A novidade da caminhada deste ano é o hino oficial do grupo, que o padre quer alargá-lo a todos os peregrinos de Portugal. “Se for possível, vamos transformá-lo, num futuro próximo, no hino de todos os peregrinos portugueses”, diz. Fonte: www.cm-moimenta.pt

terça-feira, 27 de abril de 2010

«Arqueologia» - Sarcófagos: outra forma de enterramento

A partir do século XII, com o processo de consolidação da rede paroquial, recuperou-se uma prática funerária caída quase em desuso – a inumação em sarcófagos ou arcas funerárias.
No caso particular do concelho de Moimenta da Beira conhecem-se, até ao presente momento, dois sarcófagos em granito de forma não antropomórfica: um na povoação de Vide (freguesia de Rua) e outro em Segões.

O primeiro (imagem I) apresenta uma configuração rectangular e tem as seguintes dimensões: altura máxima – 0,60m; comprimento do leito – 1,91m; largura na zona da cabeça – 0,54m; largura na zona dos pés – 0,35m; profundidade média – 0,35m. Segundo o Sr. Emílio Mota (proprietário do local do achado), este sarcófago estava completamente abandonado e sem quaisquer vestígios da sua cobertura.

O segundo (imagem II) também se encontra em posse de particulares. Apresenta uma forma trapezoidal com os cantos arredondados, sem cobertura e tem as seguintes medidas: altura máxima – 0,45m; comprimento do leito – 1,83m; largura na zona da cabeça – 0,40m; largura na zona dos pés – 0,30m; profundidade média – 0,36m.
Dos dois, sabe-se que o primeiro foi descoberto no sítio da Laje de São João, a poucos metros do lado Noroeste da Capela de São João Baptista, tal como acontece com a grande maioria identificada no distrito de Viseu, que se encontra junto ou no interior de edifícios religiosos (capelas, ermidas, igrejas paroquiais, mosteiros, catedrais), e estará associado ao conjunto de seis sepulturas escavadas na rocha aí existente, provavelmente o restante de uma necrópole ainda mais numerosa. Quanto ao sarcófago de Segões, a escassez de dados não permitiu saber a sua proveniência.
Do ponto de vista construtivo, ambos exigiram tratamentos especiais, mesmo tratando-se de túmulos sem decoração.
Contudo, e à semelhança das sepulturas escavadas na rocha identificadas neste concelho, também estes elementos mantêm-se anónimos sem quaisquer informações acerca do indivíduo que outrora ali foi sepultado.
Aspecto a ter em conta porque só a partir do século XIII, o enterramento aparece personalizado com a gravação de inscrições e/ou representações heráldicas nas campas ou junto nas paredes dos edifícios religiosos, como é o caso da lápide sepulcral pertencente ao fundador do Convento Beneditino de Nossa Senhora da Purificação em Moimenta da Beira.
Em termos gerais, importa-nos concluir aqui que foram várias as formas de enterramento praticadas nesta região pelo menos a partir da Idade Média, em que coexistiram sepulturas escavadas na rocha e sarcófagos, assim como foram utilizadas estelas discóides na zona da cabeceira e tampas sepulcrais como cobertura, o que também tem sido muito importante para compreendermos a forma como são executados os enterramentos actuais.

Autor: José Carlos Santos

segunda-feira, 26 de abril de 2010

«Notícias» - 25 de Abril com povo

O povo de Moimenta da Beira marcou presença nas comemorações do 25 de Abril. A efeméride, que celebrou também os 100 anos da República, foi das mais concorridas de sempre. E verdadeiramente popular. Fica ainda marcada por ter sido a primeira promovida pelo novo Executivo, liderado por José Eduardo Ferreira, que quer fazer da festa de Abril, um momento alto do calendário de comemorações do município. “Quero que se torne um hábito e quero também que o programa seja rico e diversificado, como aconteceu já desta vez”, explica.
O dia começou às 9 horas, com uma arruada pela Banda Filarmónica de S. Mamede de Ribatua. Às 10, arranque do passeio de cicloturistas, organizado pela Junta de Freguesia de Moimenta da Beira, em colaboração com o Pedaladas. Uma hora depois, às 11, cerimónia de hastear das bandeiras, na varanda dos Paços do Concelho, com guarda de honra pelos Bombeiros Voluntários de Moimenta da Beira. E ainda o acto solene de deposição de flores no monumento em homenagem ao 25 de Abril.
A seguir, no Salão Nobre, realizou-se a cerimónia oficial, com sala cheia e intervenções dos presidentes da Assembleia e da Câmara Municipal. António Reis, em representação do CDS-PP, discursou também. Mas o momento maior, foi a comunicação de Felisberto Lima, professor e historiador, que enriqueceu a sessão solene e lhe deu mais saber. “Da primeira República ao 25 de Abril – Um caminho, dois percursos”, assim se intitulou a comunicação, que percorreu a história, desde o advento da República à Revolução dos Cravos. O currículo de Felisberto Lima foi apresentado por Francisco Cardia, vice-presidente da autarquia e responsável pela elaboração e coordenação do programa das comemorações.
A festa terminou a meio da tarde, com um concerto da Filarmónica de S. Mamede de Ribatua, na Praça Comandante Requeijo, a que assistiram muitas dezenas de pessoas. Fonte: www.cm-moimenta-pt

domingo, 25 de abril de 2010

DE VEZ EM QUANDO !

OS SENTIDOS DO 25 DE ABRIL !

Primeiro foi o sentido branco da Primavera, correspondente à pureza ingénua dos jovens capitães, desejosos de terminar com uma guerra de guerrilha interminável.

Depois foi o sentido vermelho ideológico, de Leste carregado – o aproveitamento “enquadrado” das organizadas estruturas da Guerra-Fria.

Pelo meio um sentido amarelo de aviso Outonal para repor os ideais do sonho – dos sonhos!

Ainda um sentido verde de esperança, próprio do rasgo, da vontade, da atitude de quem começa um caminho novo.

Finalmente o sentido azul “obrigatório” da adesão à CEE – o único que “oferecia” sustentabilidade para um futuro democrático e em liberdade.

Mas, como em tudo na vida, também as regras de trânsito são violadas. Os limites de velocidade, os sentidos proibidos, os sinais de informação.

E, assim, somos hoje confrontados com um sentido obrigatório de contornar as inúmeras rotundas que se espalham pelo país. De tanto contornar andamos tontos, à espera que o trânsito fique completamente interrompido. Aí será o caos quase absoluto, e não sei se haverá sentidos que possam indicar a necessária inversão de marcha.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

«Região» - ON.2 aprova 24 projectos e garante investimento de 30 milhões

O Programa Operacional Regional do Norte (ON.2 - O Novo Norte) aprovou 24 projectos, num investimento de 30 milhões de euros, que visam a concretização do Plano de Desenvolvimento Turístico do Vale do Douro (PDTVD).

Segundo anunciou hoje a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDRN), os projectos são apoiados em 21 milhões de euros pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Os projectos aprovados são de natureza infra-estrutural e abrangem áreas como a sinalização turística, o turismo fluvial, o património ambiental e o desenvolvimento rural e local, o património histórico-cultural e a qualificação dos recursos humanos, inovação e conhecimento em turismo.

Para a CCDRN, estas "iniciativas contribuem, de forma significativa, para a qualificação e valorização da oferta turística do destino Douro, numa óptica de promoção da excelência turística regional e de um desenvolvimento regional sustentável, sendo complementada pelo apoio a iniciativas de carácter promocional e de animação, já aprovadas e em execução".

Entre os projectos aprovados encontra-se a requalificação do Cais do Pocinho, o rearranjo e beneficiação das infra-estruturas fluviais do Cais do Pinhão, a requalificação do Centro Histórico da Aldeia Vinhateira de Trevões, a construção do Espaço Miguel Torga, a melhoria de uma rede de monumentos do Vale do Douro, assim como a construção do Hotel de Aplicação e do Centro de Excelência em Gastronomia e Vinhos da Escola de Hotelaria e Turismo do Douro, em Lamego.

Os concelhos abrangidos são Alijó, Armamar, Baião, Carrazeda de Ansiães, Freixo de Espada à Cinta, Lamego, Mesão Frio, Miranda do Douro, Mogadouro, Moimenta da Beira, Murça, Penedono, Peso da Régua, Resende, Sabrosa, Santa Marta de Penaguião, São João da Pesqueira, Sernancelhe, Tabuaço, Tarouca, Torre de Moncorvo, Vila Flor, Vila Nova de Foz Côa e Vila Real.

O PDTVD foi apresentado em 2004, numa cerimónia a bordo de um barco no rio Douro, que contou com a presença do então primeiro-ministro Durão Barroso.

Depois de quatro anos em que a sua concretização foi incipiente, em Novembro de 2008, o plano ganhou um novo fôlego.

O ON.2 - o Novo Norte abriu dois concursos, que no conjunto viabilizam um investimento na ordem dos 50 milhões de euros, nas áreas imaterial e infra-estrutural, esta agora anunciada.

Fonte: Oje

quinta-feira, 22 de abril de 2010

«Romarias 2010» - S. Torcato - Cabaços

Informação: Nuno Bondoso

«Desporto» - Campeonato Distrital de Trampolim e Encontro de Saltitões e Cangurus

Numa altura em que a ginástica nos distritos de Vila Real e Viseu passa por um momento de óptimo crescimento, foi com bastante regozijo que a Associação de Ginástica de Vila Real organizou conjuntamente com a Câmara Municipal de Moimenta da Beira o Campeonato Distrital de Trampolim, Torneio de Níveis de Trampolim e Tumbling e Encontro de Saltitões e Cangurus no passado domingo, dia 18 de Abril, no magnífico Pavilhão Municipal de Moimenta da Beira.

Apesar de Moimenta da Beira ainda não contar com nenhum clube gímnico, encontra-se a trabalhar, ainda em fase embrionária, com algumas crianças, daí a motivação e o convite da Vereadora do Desporto do Município de Moimenta da Beira, Dr.ª Alexandra Marques, para a co-organização deste evento.

Numa organização sem precedentes que contou com a presença de 4 clubes, Vila Real: Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (AAUTAD) e Ginásio Clube de Vila Real (GCVR); Lamego: Clube de Voleibol da Escola Secundária S/3 de Latino Coelho e Viseu: Associação de Solidariedade Social, Cultural e Recreativa de Gumirães (ASSCRG), aproximadamente 150 ginastas, 8 treinadores, 12 juízes e obviamente com uma massa humana de pais, simpatizantes e curiosos, que animaram e acalentaram durante toda a tarde de domingo este evento.

O Campeonato Distrital de Trampolim possibilita o apuramento dos ginastas para uma prova intermédia, Prova Qualificativa ou directamente para o Campeonato Nacional da especialidade. O Torneio de Níveis de Trampolim e Tumbling foi uma prova organizada pela AGVR com o intuito de colocar pela primeira vez os ginastas dos dois distritos a competir entre si, de forma a promover uma maior interligação com todos os ginastas. O Encontro de Saltitões e Cangurus é uma actividade destinada aos mais pequenos, com idades que variam entre os 5 e os 8 anos, foram estes (o futuro da ginástica) os responsáveis por um dos momentos mais esperados da tarde.

O nosso muito obrigado, nomeadamente à Câmara Municipal de Moimenta da Beira e Câmara Municipal de Vila Real, aos presentes e a todos os que contribuíram para a realização desta festa gímnica.

Classificações
Campeonato Distrital de Trampolim
Competição Individual
Infantis Femininos
1º - Maria Salgado (AAUTAD)
2º - Maria Marinho (AAUTAD)
3º - Ana Ferreira (AAUTAD)
Infantis Masculinos
1º - José Abobeleira (GCVR)
2º - Mário Travassos (GCVR)
3º - Rafael Salgueiro (GCVR)

Iniciados Femininos
1º - Catarina Dinis (AAUTAD) Passagem directa para o Campeonato Nacional
2º - Ana Nogueira (GCVR)

Juvenis Femininos
1º - Gabriela Sousa (AAUTAD) Passagem para Prova Qualificativa

Juniores Masculinos
1º - João Nogueira (GCVR)

Fonte: Notícias de Vila Real

quarta-feira, 21 de abril de 2010

«Desporto» - Jovem Moimentense "brilha" nos Júniores da Naval

O jovem jogador André Mateus, antigo jogador das camadas jovens do CDR ( e dos seniores mesmo com idade de júnior), está a jogar pelos relvados de Portugal ao serviço dos Juniores da Naval 1º de Maio.
O Mateus (como é conhecido por todos os adeptos do CDR) tem estado em grande plano como mostra o vídeo referente ao jogo entre o Estrela da Amadora e a Naval a contar para a 1a divisão dos nacionais de Juniores.



O Blogue MNN dá os Parabéns ao Mateus e deseja a melhor sorte do Mundo.

«Vídeo» - SuperNova na Queima das Fitas de Viseu 2010

«Divulgação» - Programa das comemorações do 25 de Abril

A Banda Filarmónica de S. Mamede de Ribatua vai abrir e encerrar, este ano, as comemorações do 25 de Abril em Moimenta da Beira. Começa com uma arruada pelas principais artérias da vila, às 9 horas, e acaba com um concerto na Praça Comandante Requeijo, às 15.
Pelo meio, o programa oficial que celebra os 36 anos de Liberdade, inclui às 11 horas uma concentração popular nos Paços do Município, para a cerimónia do içar das bandeiras. Um momento com Guarda de Honra, que vai desenrolar-se ao som do Hino Nacional, tocado também pela Filarmónica de S. Mamede de Ribatua.
Meia hora depois, terá início a sessão solene comemorativa do 25 de Abril, pela Assembleia e Câmara Municipal, com uma comunicação de Felisberto Lima, professor e historiador, intitulada “Da Primeira República ao 25 de Abril – Um caminho, dois percursos”. A intervenção vem a propósito, já que este ano também se celebra o centenário da implantação da República, que a autarquia tem vindo igualmente a comemorar.
Ao programa, associa-se também a Junta de Freguesia de Moimenta da Beira, que promove, em colaboração com o Pedaladas - Clube de Cicloturismo, um passeio de bicicletas pela vila e concelho. A concentração dos cicloturistas está marcada para as 10 horas, em frente aos Paços do Município. Fonte:www.cm-moimenta.pt

Antevisão IV Passeio “Serra de Leomil” Judas 4X4

Um dos eventos TT mais participados do distrito viseense é já neste domingo, dia 25 de Abril. A quarta edição do Passeio TT “Serra de Leomil” ou “Judas 4×4? vai voltar a animar a localidade de Leomil, no concelho de Moimenta da Beira.

A contagem do número de participantes, repartidos entre jipes, motos e quads, sempre se fez por estas bandas na casa das centenas nesta iniciativa da Secção Motorizada do Clube Desportivo de Leomil. No ano passado… pisou-se os terrenos das três centenas.

Para além da Serra de Leomil, onde se encontra um dos pontos mais altos do de Viseu, este ano a albufeira criada pela Barragem de Vilar no Rio Távora volta também a ter um papel de destaque que só não é maior porque está perto do máximo da sua capacidade, o que levou inclusivamente a alterar o almoço para a Praia Fluvial de Cegões, junto ao Rio Paiva.

Os percursos que se cruzam poucas vezes, rondam os 80 quilómetros apontados por roteiro (“road-book”) no caso dos jipes e os 110 km para as motos e quads, com os trilhos, sobretudo matinais, a serem aqui assinalados por fitas e setas.

Apesar de poder ser acessível a qualquer viatura 4X4, este trajecto apresenta uma dificuldade que fica pelo nível da “Rota” [Passeio, Rota, Raide, Trial] se se optar pelas várias passagens alternativas às tentações reservadas para os mais audazes.

Já a tarde é dominada pela Pista de Obstáculos onde ao longo dos anos tem pontuado sempre muito público.

Eis o programa:
08h00 : Abertura do secretariado
08h30 : Concentração no Largo do Outeiro
09h00 : Rapar o pote
09h30 : Largada dos cavalos
11h00 : Virar a água ao lameiro [Barragem de Vilar]
12h00 : Encher o fardo [Praia Fluvial de Cegões]
16h00 : Mostra TT [Pista de Obstáculos]
19h00 : Jantar

O evento está inscrito no Calendário da Federação Portuguesa de Todo-o-terreno Turístico.

ATENÇÃO: Há um limite de inscrições de 400 pessoas ou de 100 motos e 100 jipes, sendo possível proceder à inscrição até ao próprio dia.

Merece ainda realce o facto de estar disponível um preço especial através de um “pacote família”.

Fica também a saber que durante este Judas 4X4 vão ser sorteados 3 prémios entre os inscritos no passeio:
Um guincho entre os jipes;
Um guincho entre os quads;
e entre as motos uma mochila CamelBak.

Para mais informações basta ligar 939 778 713, 964 403 699 ou 936 560 728
Aproveite ainda para visitar a página Judas4×4.

Mais informação em CentralTT.

«Informação» - Simulacro BVMB

No seguimento de acções realizadas em parceria com um grupo de alunos do 12º Ano da Escola Secundária de Moimenta da Beira e no âmbito da disciplina de Área Projecto, tais como a aprendizagem das técnicas de Suporte Básico de Vida, realizoou-se hoje dia 21 de Abril, um Simulacro de Acidente de Viação. Da simulação resultou uma vítima de atropelamento em passadeira e uma vitima encarcerada na viatura.
Em relação aos Bombeiros Voluntários estiveram envolvidos os seguintes meios: 2 ABSC; 1VSAT; 1VCOT e 11 homens. De referir que o simulacro contou com a prestimosa colaboração da GNR.
Ficam aqui alguns registos fotográficos.



Informação: Nuno Bondoso

terça-feira, 20 de abril de 2010

«Turismo» - “Quinta do Forninho” galardoada com “Chave Verde”

O empreendimento turístico “Quinta do Forninho”, de Oliveira do Hospital, foi galardoado com o diploma “Chave Verde” da Associação Bandeira Azul da Europa.

A “Quinta do Forninho” integra o grupo de 25 unidades hoteleiras que, no último sábado, foi brindado com a distinção da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) pelas boas práticas ambientais e implementação de melhorias de eficiência energética, apostando nas energias alternativas e no turismo verde.

Sob a gestão de Francisco Cruz, a unidade de Turismo em Espaço Rural beneficia agora do diploma “Chave Verde” e placa exterior, com a duração de 12 meses, com possibilidade de renovação.

Localizada na Catraia de São Paio, a Quinta do Forninho foi a única unidade turística a ser distinguida em todo o distrito de Coimbra. Nas proximidades, apenas foram distinguidos os hotéis Eurosol de Gouveia e Seia. No distrito de Viseu, a “Chave de Ouro” foi também entregue aos “Moinhos da Tia Antoninha”, de Leomil e Hotel Rural Quinta de Bispos, em Campo de Besteiros.

A cerimónia de entrega dos diplomas decorreu no sábado, 17 de Abril, no auditório municipal de Moimenta da Beira, onde teve lugar, durante dois dias, o seminário “Desenvolvimento Sustentável no Turismo: O Douro e a Sustentabilidade”, organizado pela Câmara Municipal, a ABAE e o Turismo do Douro.

No seminário estiveram presentes as principais entidades públicas e privadas ligadas ao sector do turismo em Portugal e ainda gestores e especialistas na área do desenvolvimento sustentável do turismo.

Conheça aqui as 25 unidades turísticas galardoadas.

Fonte:correiodabeiraserra.com

segunda-feira, 19 de abril de 2010

«Informação» - KIT CAT no Café Concerto da Semana Cultural

Foi no passado Sábado, em noite de encerramento de mais uma semana cultural, que a sala de convívio da Escola Secundária de Moimenta da Beira se encheu para receber a banda moimentense KIT CAT, em mais um Café Concerto. Entre originais e covers de bandas conhecidas, a plateia ficou ao rubro e o concerto correu da melhor maneira. A banda convidada - COPYCAT - veio de Valença e encerrou as hostes.

Fiquem com um pequeno vídeo da actuação dos KIT CAT.

video

«Desporto» - AF Viseu

Divisão de Honra:

AF Viseu 1ª Divisão Apuramento 3º/4º


Após um empate a 0 nas duas mão, irá ser decidido o 3º lugar e a respectiva subida à divisão de honra num 3º jogo.

Fonte: zerozero.pt

domingo, 18 de abril de 2010

«Romarias 2010» - Na Sra da Saúde - Fonte Arcada



Numa manhã domingueira, em que tempo ajudou, um grupo de Romeiros (cerca de 70 pessoas) arrancou do Terreiro das Freiras às oito em ponto. O percurso até Fonte Arcada decorreu com muita conversa, com as habituais voltas (em devoção) aos pequenos santuários que foram aparecendo pelo caminho e com a famosa pausa para o "mata-bicho", em que cada um dos peregrinos coloca à disposição de todos pão, queijo, fumeiro, petiscos e, claro, bom vinho. À chegada, a foto de grupo é tradição e a peregrinação em torno do Santuário da Nossa Senhora da Saúde, coloca fim à manhã de pagamento de promessas, mas abre portas a uma tarde de festa e procissão.

Curiosidade: Romaria - O nome do termo é uma referência a Roma, sede da Igreja Católica Apostólica Romana, e por esse motivo é usada para classificar especialmente peregrinações católicas. Aquele que pratica a romaria é o romeiro.

«Desporto» - CASA BENFICA S. J. PESQUEIRA CONQUISTA TAÇA

A Casa do Benfica de S. João da Pesqueira conquistou ontem (17 de Abril) a Taça Distrital da A. F. de Viseu, no escalão de Seniores Masculinos, ao vencer a ACDR Rio Moinhos por 9 a 8, na final disputada no Pavilhão Municipal de Moimenta da Beira.

Depois de se sagrarem Campeões Distritais da 1ª. Divisão, os benfiquistas de S. J. Pesqueira conquistaram a Taça perante um adversário que milita na Divisão de Honra e que ocupa actualmente o 3º. lugar.

Foi uma despedida em grande das competições oficiais da Casa do Benfica, enquanto que a equipa de Rio Moinhos, ainda tem grandes possibilidades de chegar ao título, no campeonato em que participa.


Fonte:
ClubeFutsal.com

sábado, 17 de abril de 2010

«CDR» - Apostas de Resultados

Na tabela ao lado surge a classificação geral.

O resultado desta jornada foi:
Molelos 6-1 CDR

Próxima ronda de apostas:
18 de Abril 16:00
CDR Vs Sátão

Convém lembrar que a ronda de apostas fecha às 14 horas de Domingo.


Boas Apostas

«Desporto» - AGVR organiza Torneio em Moimenta da Beira


A Associação de Ginástica de Vila Real vai participar, no próximo dia 18 de Abril, no campeonato Distrital de Trampolim, Torneio Distrital de Níveis e Encontro Distrital de Saltitões & Cangurus, que decorrerá no Pavilhão Desportivo de Moimeta da Beira, a partir das 14h30.

A entrada é livre.

Fonte: noticias.nunoprospero.com

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Jornal Beirão «1ª Página» - 36ª Edição

«Educação» - Educação Sexual em Moimenta da Beira

A regulamentação do diploma que institui a Educação Sexual nas escolas já está pronta, mas a formação dos professores só arranca este mês. Quem não quis esperar foi o Agrupamento de Escolas de Moimenta da Beira que já dá Educação Sexual aos alunos há cinco anos.



Jornal da Tarde 09-04-2010

quinta-feira, 15 de abril de 2010

«Debate» - Concorda com as votações?

«Arqueologia» - Moimenta de Monumenta

Moimenta da Beira
Moimenta deriva etimologicamente de Monumenta, plural neutro da palavra latina monumentum, que significa tudo aquilo que recorda alguém ou alguma coisa: monumento, templo, túmulo, estátua, etc.
Beira, por sua vez, refere-se à região onde se localiza.
Contudo, analisemos alguns dos elementos associados às origens desta localidade.
Segundo a tradição popular, Monumenta estará ligada à existência de sepulturas de dois povos proto-históricos vizinhos, Leomil e Caria (povoações que ainda não tinham estes nomes e que não se situavam nos locais onde hoje se encontram) ou ao túmulo de um rei mouro, como se pode ler na página 37 da Descripção e Historia do Concelho de Moimenta da Beira do Padre António Francisco de Andrade (1926):
“Que Moimenta vem de Moimento, attesta-o a tradição, que aqui existe de que, em qualquer guerra, morreu ou foi morto um rei mouro, o seu cadáver aqui dado à sepultura, sob o nome de Moimento. Consta que, ainda ha anos, as pedras d’essa sepultura foram aplicadas em fontes publicas.
Dizem-nos que uma dessas pedras está na fonte, á beira do caminho, que vai do Arrabalde para S. Mamede.”
Informações que se tornam ainda mais interessantes quando, e com as devidas reservas, surge, em Os Pelourinhos do Concelho de Moimenta da Beira (Gouveia J., 2009), a hipótese de a figura antropomórfica da Casa da Moimenta (que vemos na imagem) ser uma máscara mortuária (em memória de alguém muito importante) e/ou um símbolo da fundação desta localidade, como parte integrante do pelourinho.
Porém, no que respeita à origem e evolução do povoamento da actual área geográfica da freguesia de Moimenta da Beira – freguesia de São João Baptista – poderemos afirmar com alguma segurança que terá tido uma ocupação efectiva pelo menos a partir da Idade Média.
O espaço mais antigo e o primeiro centro cívico será composto por todo o casario solarengo do Terreiro das Freiras (fruto da chegada de famílias nobres a Moimenta), as Cinco Ruas, as Fontainhas e o Arrabalde.
Embora a romanização não esteja confirmada, os testemunhos medievais são diversos. Para além dos inúmeros elementos funerários identificados, nomeadamente túmulos escavados na rocha e tampas sepulcrais, sabe-se ainda que Moimenta obteve o Foral de D. Paio Vilharigues, em Janeiro de 1189, confirmado pelo rei D. Dinis (talvez o primeiro passo para a autonomia de Moimenta como povoação) e que pertenceu à Honra de Caria e ao Couto de Leomil, apesar de já ser vila e sede de um termo, no qual encontravam-se as povoações de Cabaços e Paradinha.
Da Época Moderna, numa análise bastante geral, o território que actualmente compõe o concelho esteve dividido, administrativamente, em oito concelhos (Caria, Castelo, Leomil, Moimenta da Beira, Nagosa, Paçô, Peravelha e Sever), que com as reformas da primeira metade do século XIX passaram a ser freguesias do concelho de Moimenta da Beira.
Hoje, juntamente com a povoação de Fornos, Moimenta da Beira é a sede do concelho com o mesmo nome.

Autor: José Carlos Santos

«Workshop» - Cozinha Saudável

Realiza-se hoje, dia 15 de Abril, na Cantina da Escola EB2 o Workshop Cozinha Saudável.
Fica aqui a página do chefe: http://www.teleculinaria.pt/cContent.aspx?id=2

quarta-feira, 14 de abril de 2010

«Pedaladas CC» - Rescaldo III BTT Demo

O III BTT Demo foi um dos maiores acontecimentos desportivos amadores da região!

Ler mais, aqui!

terça-feira, 13 de abril de 2010

«Informação» - Assembleia AHBV Moimenta da Beira


(clique na imagem para visualizar com maior resolução)

«Turismo» - ABAE promove seminário sobre desenvolvimento sustentável no Turismo

A Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) vai promover, na próxima sexta-feira e sábado, o seminário "Desenvolvimento Sustentável no Turismo: o Douro e a Sustentabilidade", a decorrer no Auditório Municipal de Moimenta da Beira.
“O certame tem como objectivo promover as práticas de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável no sector hoteleiro, multiplicando o número de unidades hoteleiras distinguidas pelo programa ambiental "Chave Verde"”, explica a ABAE em nota informativa.

O programa “Chave Verde” pretende promover a edução ambiental, tem um cariz internacional e “acolhe na sua rede as estruturas turísticas que visem uma gestão e utilização mais sustentáveis em cada estabelecimento”.
Organizado pela ABAE, o seminário conta também com o apoio do Município de Moimenta da Beira e do Turismo do Douro, contando com a participação de Teresa Larsson, do Turismo de Portugal, Joaquim Ribeiro, da Associação de Hotelaria de Portugal, bem como Carla Lourenço e Paula Dinis, da Direcção-Geral de Geologia e Energia (DGGE).
O seminário, onde vão estar também representados alguns dos empreendimentos do Douro já distinguidos com a "Chave Verde", pretende contribuir para “a mudança de comportamentos ao nível da gestão e da utilização dos recursos turísticos de cada região, como meio do seu desenvolvimento”.

Fonte:turisver.com

segunda-feira, 12 de abril de 2010

«Notícias» - 100 anos da República revisitados


Leomil abriu o ciclo de conferências e exposições comemorativas do centenário da implantação da República, que a autarquia vai promover ao longo do ano. A iniciativa, que foi organizada em parceria com a Casa do Povo local, realizou-se no sábado passado, 10 de Abril, e teve sala cheia.

Realce para a excelência dos conferencistas, que contribuiu muito para o sucesso do evento. Jaime Gouveia, Manuel Rodrigues Vaz, Joffre Justino e Paulo Neto relembraram episódios, revisitaram a história e contaram os momentos chave que desencadearam o movimento que derrubou a velha monarquia portuguesa.

“O apodrecimento da monarquia fez o emergir a República”, como lembrou Jaime Gouveia, que exortou a memória de figuras moimentenses que tiveram papel de relevo durante aquele conturbado período da história. Um relevo tal que, recordou Rodrigues Vaz, um ano depois da sua instauração, Moimenta da Beira foi sede nominal de um círculo eleitoral, o número 20, que lhe dava direito a eleger cinco dos 279 deputados da Assembleia Constituinte de 1911, “o que é obra para um concelho aparentemente sem importância na altura”.

Joffre Justino, outro dos conferencistas, percorreu todo o século XIX, os movimentos revolucionários, a fuga da corte para o Brasil e todo o pulsar vivido entre na sociedade, até à implantação da República.

Aquilino Ribeiro foi um dos que efervesceu na primeira década do século XX. Paulo Neto recordou esses tempos, citando escritos do mestre e lendo passagens da obra de Aquilino.

Depois da conferência, tempo ainda para visitar a exposição de jornais da época, locais, regionais a nacionais, uma mostra que vai estar patente ao público na Biblioteca Municipal de Moimenta da Beira, de 20 de Abril a 14 de Maio. Fonte: cm-moimenta

«Últimas» - Resultados finais SBSB 09'!

O blogue MoimentaNaNet apesar de ter ficado em 3º lugar na categoria Responsabilidade Social na fase de votações, não conseguiu levar de vencida a segunda edição dos prémios Blog Awards da Super Bock, uma vez que a avaliação do Júri pendeu para outro blog. Assista aos resultados, aqui!

«Desporto» - BTT do Demo 11/04/2010



Fonte: Youtube

«Desporto» - AF Viseu

Divisão de Honra:
Fonte: Zerozero.pt

domingo, 11 de abril de 2010

«Divulgação» - APEEAVEMB - Semana Cultural

Cartaz da actividade organizada pela Associação de Pais, a realizar no dia 15 de Abril na Escola Secundária de Moimenta da Beira.

«Região» - Festa da Macieira em Flor “ Uma justa homenagem a maça”

O município de Armamar recebe, nos dias 17 e 18 de Abril, Sábado e Domingo, a Festa da Macieira em Flor.

Este evento dedicado aquela que é a principal fonte de rendimento do concelho, a produção de maça, tem vindo a assumir especial destaque na agenda cultural do concelho de Armamar.
O programa da Festa da Macieira em Flor deste ano, que tem como principal dinamizadora a Câmara Municipal de Armamar, é constituído por uma oferta bastante diversificada, com o objectivo de tornar este certame mais dinâmico, inovador, mas sobretudo cada vez mais atractivo.
Desde logo é de destacar o “Passeio TT – Festa da Macieira em Flor”, que se realiza no próximo dia 11 de Abril, na Vila de S. Cosmado. No dia 17 de Abril entre Workshops e a tradicional caminhada, o destaque vai para a palestra promovida pela Associação Portuguesa de Nutricionistas, que tem como tema “A aplicação da maça à culinária”.
A noite promete ser de grande animação com a actuação de vários artistas musicais, tais como: Alexandre Faria, Sergio Rossi, Saúl, entre outros.
O certame termina no dia 18 de Abril, dia dedicado a “Mostra do Associativismo do Concelho” e será abrilhantado com a actuação da Orquestra Ligeira de Moimenta da Beira.
O concelho de Armamar, denominado “Capital da Maça de Montanha”, produz em média 50 mil toneladas de maça.
O facto desta produção se efectuar em altitude confere à maça características únicas. Fonte:dodouro.com

sexta-feira, 9 de abril de 2010

«CDR» - Apostas de Resultados

Na tabela ao lado surge a classificação geral.

O resultado desta jornada foi:
CDR 0-1 Tarouquense

Próxima ronda de apostas:
11 de Abril 16:00
Molelos Vs CDR

Convém lembrar que a ronda de apostas fecha às 14 horas de Domingo.

Aceitam-se novos "apostadores" em qualquer jornada.

Boas Apostas

«Cultura» - Fundação Aquilino Ribeiro valorizada

A autarquia de Moimenta da Beira quer transformar a antiga casa do escritor, em Soutosa, num pólo de cultura mais dinâmico, mais aberto à comunidade e aos investigadores.

O primeiro esforço da Câmara de Moimenta da Beira passará pela alteração dos estatutos, que permitirá a entrada para o Conselho de Administração das três autarquias das Terras do Demo: Moimenta da Beira, Sernancelhe e Vila Nova de Paiva. O objectivo é fazer com que estes municípios possam assegurar, rotativamente, a presidência da Fundação.

«É decisivo que este passo seja dado, já que com o falecimento do filho do escritor, o juiz conselheiro Aníbal Aquilino Ribeiro, em 1999, e depois com a morte de sua mulher, Dr.ª Josefa Campos, em Fevereiro deste ano, criou-se um vazio de poder e, por via disso, a Fundação e o seu espaço físico quase ficaram à deriva», explica o edil José Eduardo Ferreira, segundo nota da Câmara.

O autarca, garante também que realizará, em breve, obras de manutenção na casa-museu, em Soutosa, sede da Fundação, onde estão expostos centenas de objectos pessoais do escritor, entre livros, postais e fotografias, pedaços da vida do mestre, autor de «Geografia Sentimental» ou «Quando os Lobos Uivam», dois dos seus mais conhecidos romances escritos durante o seu longo e profícuo labor literário de cinquenta anos e mais de sete dezenas de obras publicadas.

Recorde-se que a Fundação Aquilino Ribeiro foi criada em 1988, pelo juiz conselheiro, nascido em 1914, fruto do primeiro casamento de Aquilino com a alemã Grete Tiedmann.

Fonte: cafeportugal.net

«Fotografias» - Andebol Feminino "Portugal vs Suiça"

Para ver as fotos do jogo de Andebol Feminino que decorreu no Pavilhão Municipal de Moimenta da Beira, clique aqui.

«Divulgação» - Bombeiros Voluntários MBR


«Crónica» - "A História da Nossa Terra"

O antigo concelho de Pera e Peva teve praça com Pelourinho e casa da Câmara!

Há alguns meses atrás fui confrontado com uma cortesia do então vice-presidente da Câmara Municipal de Moimenta da Beira, Dr. Luís Carlos. Depois de me chamar ao seu gabinete colocou-me em contacto com documentos de inestimável valor para a história do município, à guarda do cofre da autarquia, que até então eu não tinha consultado. Fiquei sensibilizado pois não é todos os dias que tal acontece. Entre esses está o foral do antigo concelho de Pera-Peva. Pela parte que me toca agradeço-lhe, assim como ao “tesoureiro” Sr. Manel que me facilitou a consulta dos mesmos. A grande descoberta que o estudo desses documentos me proporcionou só foi possível graças à atitude dos dois. O esparso que agora redijo para a sinalizar dedica-se a todos os moradores e emigrantes de Peravelha, Peva e Soutosa, verdadeiros amantes da sua terra e leitores assíduos destes Esparsos.
Peravelha (Pera – velha) é terra muito antiga (velha). Foi parte integrante do município de Pera e Peva que incluía Ariz. Há notícias desta terra desde os séculos mais remotos. Apenas para empregar um exemplo, cite-se um documento de 1334, no qual aparece como testemunha de um contrato celebrado na terra de Medelo um Gonçalo Pires, abade de Pera. Porém, já antes, por volta de 1321 se registou que os rendimentos da igreja de Pera-Peva revertiam para a tesouraria da Sé de Lamego.
Nos finais do século XV a ermida de S. Miguel do Castelo deixara de constituir o centro paroquial, deslocando-se para nascente e fixando-se em Pera, no sopé da Serra, constituída em matriz com o título de abadia. Curiosamente o abade titular era o cura de Ariz. Ao que tudo indica, a administração deste concelho em termos políticos tinha cabeça em Pera, muito embora na esfera eclesiástica as igrejas e ermidas fossem administradas de forma diferente. O título de abadia achava-se vinculado à Igreja de Pera (depois Peravelha), com direito a prover de cura as de Peva e Ariz. Sucedia, porém, que os titulares escolhiam frequentemente esta última para residência, por mais aprazível quanto a ares e paisagem e por isso se denominavam abades de Ariz. A história eclesiástica deste antigo concelho, sublinhe-se, é rica e convém estudá-la.
Na escritura de um prazo em Peravelha, cerca do ano de 1600, informa-se que Sebastião de Almeida detinha o ofício de tabelião público do concelho. Informa Gonçalves da Costa na sua história do bispado de Lamego que a cabeça do município se situava na vila de Soutosa, onde funcionava a casa da Câmara mas que em termos eclesiásticos o título de abadia assentava em S. Miguel de Pera. Não se sabe se terá sido sempre assim. Uma vez que os párocos residiam fora de Pera, a casa de feições antigas que se encontra contígua à Igreja de Peravelha (visível na imagem que apresento) poderá em tempos remotos ter servido de Câmara Municipal.
Em 1527, segundo o numeramento geral do Reino a população do concelho eram composta da seguinte forma: Soutosa tinha 25 moradores, Peva 28, Ariz 16, Peravelha 18, Carapito 7 e a Quintã da Nave 1. Em 1758, segundo os dados das Memórias Paroquiais, nota-se uma clara evolução numérica em relação a dois séculos antes. Peravelha tinha 73 fogos (famílias) e 240 almas (pessoas). No final desse século a povoação contava com 138 fogos e 262 almas. O concelho tinha juízes ordinários, vereadores e os restantes oficiais que era comum as Câmaras terem. Tinha ainda duas companhias de ordenança (unidades militares).
Além dos documentos já citados e das passagens marcantes da histórica das aludidas localidades, convém agora retornar ao meu ponto de partida. Sabe-se que Pera e Peva eram concelho. Presumia-se que pudessem ter tido pelourinho, mas nunca tal se tinha comprovado documentalmente. Eu próprio, no meu livro sobre os pelourinhos, asseverava ser necessário partir em busca de pistas mais concretas que nos conduzissem ao pelourinho de Pera e Peva. Eis que encontrei a prova! Finalmente! O aditamento ao foral manuelino deste antigo concelho no-lo diz literalmente. Por conseguinte, dado eu ter conhecimento da existência de alguns cépticos em matéria de pelourinhos que olham para “o seu” e não admitem a existência de mais nenhum espécime, aqui fica a transcrição do documento datado de 22 de Novembro de 1614, prova cabal do que acabo de afirmar, pois a História firma-se em documentos:
“Doutor Pero Godinho da Camara do dezembargo del rei noso senhor que por seu special mandado tenho cargo de prover com alçada sobre os bens dos concelhos e terças do dito senhor nas comarcas da Beira etc. faço saber que [...] mandei vir perante mim aos hoficiais da câmara da dita villa de Pera, a saber, Tome Francisquo e Domingos Lopes, juízes e Francisco Pires e Francisco Fernandes vereadores e Guaspar Simam procurador do concelho e Francisco Rebelo escrivam da camara com os quais e com outras pessoas antigas fes com ellas todas as deligensias que conforme ao regimento se devem fazer fazendo autos vendo husos antigos este foral tudo pera saber se o dito concelho tinha alguns bens, e feitas as ditas diligensias os achei e este comcelho de Pera ser del Rei noso senhor e todos os ofícios sam seus e sempre nele servem dous juízes, dous vereadores e hum procurador do concelho e a Camara tem jurdiçam na emleição de tal mete seis porteiros jurados e coadrilheiros, e tem a casa da audiencia e Camara e a cadea esta por baixo e tem huma praça com seu pelourinho e duas freguesias em volta [...].”

Resta agora saber a primitiva localização deste monumento e a sua feição.


Autor: Jaime Ricardo Gouveia

«Distrito» - Viseu - Areal transforma multiusos

Futebol de praia sai do Litoral para se mostrar aos aficcionados no Interior do país

A cidade de Viseu recebe este fim-de-semana, o "Spring Cup 2010". Um torneio de futebol de praia que pela primeira vez troca a aragem atlântica pelo verde pinho da capital da Beira Alta. Cerca de 450 toneladas de areia já enchem o pavilhão multiusos.

"Foi mais fácil do que inicialmente se previa despejar aquela areia toda lá dentro. Nem sequer custou a espalhar pelo quadrado gigante onde os jogos vão realizar-se", garantia, ontem, ao JN um trabalhador da Câmara Municipal de Viseu (CMV). Um dos vários operários que se empenharam, durante várias horas, na operação de ajudar a despejar 450 toneladas de areia dentro do Pavilhão Multiusos.

Os carregamentos de areia do litoral para o interior do país viabilizam a realização, este fim-de-semana, do Spring Cup 2010. Um torneio de futebol de praia que promete atrair até ao Campo de Viriato milhares de aficcionados.

"Pela primeira vez , o futebol de praia sai da proximidade das águas atlânticas e desloca-se para o interior do país. Para permitir a realização desta ideia ousada, foram transportadas para o Pavilhão Multiusos de Viseu cerca de 450 toneladas de areia", revela a organização "PA Leading".

Outra das particularidades da Spring Cup 2010, segundo a mesma fonte, é o facto de a prova ser jogada dentro de um pavilhão, características de "indoor" que já tinha sido experimentadas na realização do "Futebolshow" em Viseu.

A selecção portuguesa que vai participar no torneio chegou à cidade de Viriato na passada terça-feira. "Irá preparar-se até 6ª feira para entrar com toda a força numa prova que pretende vencer, apesar de ter pela frente a actual campeã europeia (Rússia), a vice-campeã mundial (Suíça) e uma sempre aguerrida Inglaterra", acrescenta a organização em comunicado.

A entrada do Pavilhão Multiusos é gratuita. O acesso apenas será condicionado pela capacidade do espaço. Um facto que poderá concorrer para atrair ao recinto milhares de adeptos dispostos a puxar pela equipa nacional.

No final do torneio, soube o JN junto de um operário municipal, a areia agora disposta no Multiusos não regressará ao Litoral. Será transferida para o Parque Municipal de Fontelo.

A Câmara Municipal de Viseu assume e patrocina a realização do evento na cidade, na expectativa de contribuir para que o futebol de praia ganhe novos adeptos. Fonte:JN

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Colóquio e Exposição "Da Monarquia à República" em LEOMIL - Moimenta da Beira




Em 2010 celebra-se o centenário da implantação da República, um dos momentos mais marcantes da nossa História, quer pela sua contribuição para uma maior afirmação da liberdade, da cidadania e do Estado de Direito, quer pelo combate à desigualdade e à pobreza.

As comemorações originarão desejavelmente múltiplas formas de celebração, com origem nas mais diversas instituições, entre as quais as autarquias locais.

Neste contexto, o Município de Moimenta da Beira associou-se a esta ocasião agendando várias iniciativas, e após a " Árvore do Centenário", em conjunto com a Casa do Povo de Leomil, irá promover, no próximo dia 10 Abril de 2010, o Colóquio e Exposição "Da Monarquia à República".


Fonte:dourosulacontece.blogspot.com

«MoimentaNaNet» - Grande Entrevista [2]

GRANDE ENTREVISTA com,
Rui Matos - “O homem da subida!”

Exclusivo MoimentaNaNet

Na época de estreia, 2008/09, como treinador da Casa do Benfica de Moimenta da Beira alcançou a respeitável 4ª posição, ficando apenas a um lugar da subida de divisão.
Na segunda e presente época atinge um fantástico segundo lugar e garante a subida de divisão.
Assim, após estes feitos recentes, aguarda-se com grande expectativa os tempos que se avizinham.
O que terá a dizer o treinador responsável por este feitos?

MNN: Rui Matos, antes de mais, Parabéns pela subida de divisão!
Uma época simplesmente fantástica. O que tem a dizer sobre isso?

RM: Nesta época de muito trabalho e dedicação, remando todos na mesma direcção, este feito significa para nós, dirigentes, jogadores e simpatizantes, um prémio merecido.

MNN: Quando perdeu com o Armamar, na antepenúltima jornada, pensou que a equipa poderia ir abaixo?
RM:
Não! Tinha total confiança nos meus jogadores, e este era o cenário possível devido às condições do pavilhão. Fizemos um bom jogo e o facto de mantermos a vantagem no confronto directo foi um passo muito importante para atingirmos o nosso objectivo, sendo apenas necessária uma vitória num dos dois últimos jogos.

MNN: Na sua opinião, qual foi o jogo que plantou a equipa para o titulo?
RM: O jogo que colocou a equipa na rota da subida e que me fez acreditar definitivamente, foi a vitória sobre o Soutelo do Douro, então 3º classificado. O facto de termos os 3º e 4º classificados a 6 pontos de distância, transformou este sonho num objectivo alcançável.

MNN: Como é a sua postura nos treinos e jogos?
RM: A minha postura nos treinos, jogos e fora da órbita do futsal, é essencialmente manter os jogadores unidos, com um bom ambiente, independentemente das cores clubistas de cada um e suas origens, tendo em conta a personalidade e especificidade de cada jogador.

MNN: É conhecido por ser muito rigoroso na selecção dos jogadores, é essa a chave do sucesso?
RM: É um dos pontos essenciais e prioritários. Só fazem parte deste plantel, jogadores com determinadas características humanas e com um perfil que eu considere imprescindível para uma devida integração e equilíbrio no grupo.

MNN: Em termos económicos, apoios, etc., qual é a realidade que o clube vive?
RM: A nível financeiro existe uma gestão muito rigorosa que nos permite o essencial. O voluntariado por parte dos dirigentes e jogadores e o apoio financeiro dos nossos patrocinadores viabiliza a nossa participação neste campeonato.

MNN: Quais os objectivos para si e para a equipa no futuro?
RM: O meu objectivo principal é a manutenção de uma equipa de futsal sénior na A.F. de Viseu. Para a equipa, é continuar a elevar o bom nome deste concelho por todo o Distrito, crescendo cada vez mais como equipa, independentemente dos resultados.

MNN: O que tem a dizer aos Moimentenses e aos simpatizantes da Casa do Benfica?
RM:
Agradeço a atenção e apoio dos Moimentenses, assim como os comentários e críticas, que nos permitem melhorar e nos valorizam.

MNN: Muito Obrigado pela disponibilidade e votos de grande sucesso!
RM:
BEM-HAJA e parabéns pelo vosso, reconhecido, trabalho em prol do concelho de Moimenta da Beira.

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Douro quer multiplicar unidades hoteleiras com eficiência energética

O Douro vai acolher o Seminário “Desenvolvimento Sustentável no Turismo: O Douro e a Sustentabilidade”. O objectivo é promover as práticas de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável no sector hoteleiro, multiplicando o número de unidades hoteleiras distinguidas pelo programa de educação ambiental “Chave Verde” e incentivando a mudança de comportamentos ao nível da gestão e da utilização dos recursos turísticos de cada região. O seminário decorre no Auditório Municipal de Moimenta da Beira, nos dias 16 e 17 de Abril.
Será também abordado o contributo que estes empreendimentos hoteleiros representam no enquadramento do território em que se inserem. Além de todos estes temas, a grande meta do programa “Chave Verde” é a motivação para a importância da Arquitectura Sustentável.
Este seminário é uma organização do Município de Moimenta da Beira, com a Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE – gestora do programa “Chave Verde”) e com a Turismo do Douro. Vão participar, entre outros, Teresa Larsson, da Turismo de Portugal, Joaquim Ribeiro, da Associação de Hotelaria de Portugal e Carla Lourenço e Paula Dinis, da Direcção-Geral de Geologia e Energia (DGGE). Estarão também representados alguns dos empreendimentos do Douro já distinguidos com a “Chave Verde”. Fonte: publituris

«Fórum Desportivo» - Concorda com as votações?

segunda-feira, 5 de abril de 2010

«Arqueologia» - O Pontigo do Manuel da Tecedeira


O Pontigo do Manuel da Tecedeira data dos meados do século passado e deve o seu nome ao construtor. Trata-se de uma estrutura feita à base de grandes lajes de granito que permite a passagem (sobretudo pedonal) sobre a ribeira de Leomil, directamente entre as povoações de Contim (freguesia de São Cosmado, concelho de Armamar) e de Castelo (concelho de Moimenta da Beira).
Do ponto de vista construtivo, é composta por um tabuleiro (pavimento) plano e encurvado, sem guardas laterais, com aproximadamente 25 metros de comprimento, 2 metros de largura e 2 metros de altura (acima do nível da água). Apresenta seis aberturas irregulares auxiliadas por contrafortes (ou talhamares) toscos, de ambos os lados, para atenuar o choque das águas e, ao mesmo tempo, facilitar o seu escoamento.
Não tem o engenho artístico de outras pontes, mas respeita igualmente a forma do curso de água e as características de um local acidentado e com muita vegetação.
Para além deste pontigo, acresce referir que foram construídas nesta ribeira outras estruturas do género, nomeadamente Penache, Cerdeira, Mercês, Coira, Ribeira do Izo e Lapa que, entretanto, na segunda metade do século XX, não conseguiram resistir à passagem das cheias fluviais.

Autor: José Carlos Santos

domingo, 4 de abril de 2010

«Desporto» - Portugal volta a peder diante da Suiça


A Selecção Nacional A feminina perdeu com a Suíça no jogo da quarta jornada do Grupo 1 de qualificação para o Campeonato da Europa Seniores Femininos 2010.
Portugal recebeu, no Pavilhão Municipal de Moimenta da Beira, a selecção da Suíça, para disputar o jogo da quarta jornada do Grupo 1 de qualificação para o Campeonato da Europa Seniores Femininos.

Perante um pavilhão cheio, o jogo não começou da melhor forma para a selecção nacional de Duarte Freitas. A Suíça inaugurou o marcador e a primeira parte revelou-se muito equilibrada, com a selecção nacional a tentar recuperar da curta desvantagem no marcador. A Suíça esteve na frente do marcador até aos 25 minutos da primeira parte, altura em que Portugal empatou o jogo (11-11). Nos últimos cinco minutos, Portugal ainda marcou mais um golo e a Suíça somou mais dois, tendo ido para intervalo a ganhar por 13-12.

De regresso ao campo, Portugal não conseguiu dar a volta ao resultado e passar para a frente do marcador. Por outro lado, a Suíça, que ia marcando o ritmo do jogo, aumentou a diferença no marcador. No final, o resultado ficou em 27-17, com a selecção suíça a conseguir os dois pontos do jogo.

"Não se explica este resultado. Não vencemos superioridades numéricas, não finalizámos 3, 4 golos na segunda parte... Sentimos tristeza de não ter conseguido, sabíamos onde é que tínhamos de melhorar do último jogo para este e não fomos capazes", declarou o seleccionador nacional, Duarte Freitas, no final do jogo.

"Estamos muito tristes porque a imagem que transmitimos hoje não é a nossa imagem. Este jogo correu-nos muito mal. Falhámos o impossível", disse Vera Lopes, na conferência de imprensa.


Grupo 1 - Qualificação Campeonato Europa Seniores Femininos 2010

1ª e 2ª jornadas:
- 14.10.2009 – Roménia : Portugal 37-23
- 14.10.2009 - Ucrânia : Suíça 33-20
- 17.10.2009 – Portugal : Ucrânia 31-36
- 17.10.2009 – Suíça : Roménia 18-39

3ª e 4ª jornadas:
- 31.03.2010, 20h00 – Suíça : Portugal 28-25 (14-14)
- 31.03.2010, 18h00 – Ucrânia : Roménia 27-27
- 03.04.2010, 17h00 – Portugal : Suíça 17-27 (12-13)
- 03.04.2010, 12h00 – Roménia : Ucrânia 35-36

5ª e 6ª jornadas:
- 26 ou 27.05.2010 – Portugal : Roménia
- 26 ou 27.05.2010 – Suíça : Ucrânia
- 29 ou 30.05.2010 – Ucrânia : Portugal
- 29 ou 30.05.2010 – Roménia : Suíça

Classificação Geral
1º - Ucrânia (7 pontos)
2º - Roménia (5 pontos)
3º - Suíça (4 pontos)
4º - Portugal (0 pontos) (Fonte:andebolfemininoportugal)

«Região» - Ataca companheiro à facada por vinho

Uma discussão acerca de quem ia buscar o vinho à adega acabou à facada, anteontem à noite, entre um casal em Queimada, Armamar. Guilhermina Ribeiro, de 51 anos, pegou numa faca de cozinha e golpeou o companheiro nas costas, por duas vezes. Inácio Rodrigues, 50 anos, está internado no Hospital de S. Teotónio, em Viseu, mas não corre risco de vida.

A mulher foi ontem presente a tribunal e por decisão do juiz foi internada numa instituição para ser sujeita a um tratamento de desintoxicação.

Segundo os vizinhos, as discussões entre o casal por motivos fúteis eram habituais. Domingo, às 19h00, quando se preparavam para lanchar com familiares, Guilhermina atacou Inácio. "Começaram os dois a discutir sobre quem ia buscar o vinho à adega de uma prima nossa. Nem dei conta, mas ela pegou na faca e foi atrás dele", disse Jorge Oliveira, irmão da agressora, que ainda ficou ferido. "Quando tentei tirar-lhe a faca ainda me cortei numa mão", recordou Jorge.

A GNR de Tarouca foi chamada ao local e levou Guilhermina para o posto, onde passou a noite. Além de Guilhermina, também Inácio será obrigado a realizar um tratamento ao problema de alcoolismo de que também padece. Fonte: Correio da Manhã

sábado, 3 de abril de 2010

«Cultura» - Espólio de escritor Aquilino Ribeiro em risco de degradação

Os autarcas de Sernancelhe, Moimenta da Beira e Vila Nova de Paiva querem tomar posse da presidência da Fundação Aquilino Ribeiro, alertando para o perigo de degradação da casa do escritor – sede da Fundação - que possui um vasto espólio literário.


O repórter da TSF Amadeu Araújo dá conta das preocupações dos autarcas da região de Moimenta da Beira, face à possível degradação da casa do escritor Aquilino Ribeiro, em Soutosa

A Fundação do escritor Aquilino Ribeiro está sem presidente do Conselho de Administração, enquanto a casa onde o artista viveu - sede da fundação – e onde se guardam vários manuscritos, vai acumulando sinais de degradação.

Os autarcas da região de Moimenta da Beira, onde se localiza a casa de Aquilino Ribeiro, decidiram intervir e já tomaram medidas para que, por exemplo, a casa não seja assaltada.
Fonte: TSF.pt

«Região» - Obras (EN 229) custam 4,7 milhões de euros

EN 229 pronta no Verão

A Estradas de Portugal anuncia que a requalificação da EN 229 ficará pronta em Junho, depois de o secretário de Estado ter garantido que ficaria pronta em Abril.

Mais um atraso.
A requalificação da Estrada Nacional (EN) 229, que liga Sátão a Viseu, só deverá ficar concluída em Junho deste ano. “A Estradas de Portugal prevê a conclusão dos trabalhos para final do primeiro semestre”, anunciou ontem a empresa pública, no seu site
As obras, que abrangem cerca de 15 quilómetros, tiveram início no princípio de 2009, com um investimento inicial previsto de 4,7 milhões de euros. Na altura do lançamento, há precisamente um ano, o secretário de Estado adjunto das Obras Públicas e Comunicações, Paulo Campos, garantiu que a empreitada ficaria concluída em Abril de 2010. O novo prazo avançado pela Estradas de Portugal representa, desta forma, um novo atraso numa obra há muito reclamada por autarcas e população.
“Não tem sido fácil para as pessoas, quer pelo tempo que demoram a percorrer escassos 17 quilómetros, quer pelo piso, que às primeiras chuvas fica completamente degradado”, declarou, na altura, o presidente da Câmara Municipal de Sátão.
Alexandre Vaz considerou que a beneficiação da EN 229 é “uma solução de remedeio” e que o que é preciso é “a ligação com quatro faixas”, atendendo ao fluxo de 10 mil viaturas por dia.
A requalificação da EN 229 vai beneficiar não só as populações dos concelhos do Sátão e de Viseu, mas também de outros a Norte, como Vila Nova de Paiva, Moimenta da Beira, Sernancelhe e Penedono. Com o objectivo de melhorar as condições de circulação e segurança, será rectificado o traçado no Fojo, uma zona com elevado índice de sinistralidade, construídas cinco rotundas e reforçado todo o pavimento.
Em fase de estudo está ainda a futura variante que se será alternativa à EN 229, ligando à A25, e que terá um custo estimado em 15 milhões de euros.
Fonte: asbeirasonline

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Vote nas 7 Maravilhas do Concelho de Moimenta da Beira

Clique aqui, para votar e saber mais...

Páscoa Feliz!!

Selecção sénior de andebol feminino joga em MBR



A selecção sénior de andebol feminino joga em Moimenta da Beira, dia 3 de Abril, às 17 horas, com a sua congénere suíça, aquela que poderá ser a cartada decisiva para a qualificação do Campeonato da Europa que vai realizar-se na Dinamarca e Noruega (países organizadores), de 9 a 19 de Dezembro deste ano.

A qualificação da selecção nacional depende muito deste confronto com a equipa helvética e do resultado que obtiver nos dois últimos jogos, perante a Roménia, a 27 de Maio, em Portugal, e a Ucrânia, três dias depois, na casa deste.

Nos dois primeiros jogos, Portugal não conseguiu vencer. Perdeu na deslocação à Roménia (14 de Outubro de 2009) por 37-23, e não conseguiu ganhar à Ucrânia quando os recebeu em casa, a 17 de Outubro, saindo vencido por apenas por cinco golos de diferença (31-36).

Para ser qualificada para a final do Campeonato da Europa, a equipa lusa necessitará de vencer os jogos que lhe faltam. São apurados os dois primeiros classificados de cada grupo.

No site oficial do Campeonato da Europa de Seniores Femininos 2010 podem ser encontradas mais informações relativas ao Euro 2010, em: www.ehf-euro.com/dennor2010

Fonte:cm-moimenta.pt

«Pedaladas» - III BTT Demo


Está quase a chegar! Mais informações em http://www.pedaladas.net/